Resolução de tela no (K)Ubuntu 9.10 com placa SiS

20/12/2009

Se sua placa de vídeo é uma SiS 771/671 e você instalou o novo Ubuntu 9.10 (ou Kubuntu e demais derivados), com certeza as únicas resoluções que você tem acesso é 800×6000 e 640×480, o que convenhamos é o “ó do borogodó”, não acha?   😉

Que tal poder escolher outras resoluções como 1024×768, 1280×800, etc ?

Então seus problemas acabaram! Vamos ver aqui como isso pode ser feito. Vem comigo…

Primeiro vamos checar a sua placa de vídeo. Para isso entre com seguinte comando no terminal:
$ lspci | grep VGA

Isso deverá retornar mais ou menos o seguinte:
01:00.0 VGA compatible controller: Silicon Integrated Systems [SiS] 771/671 PCIE VGA Display Adapter (rev 10)

Se, como na linha acima, retornou algo como
Silicon Integrated Systems [SiS] 771/671
Parabéns, sua placa é compatível com esse artigo!    =)

Mãos à obra então..

Inicialmente baixe o arquivo:
http://ncc-1701a.homelinux.net/~linux-sis/downloads/xorg-driver-sisimedia_0.9-1_i386.deb

Caso não encontre o arquivo no link acima, procure no Google por:
xorg-driver-sisimedia_0.9-1_i386.deb

Vamos agora descrever a instalação do driver nos dois modos: modo gráfico e modo texto (terminal).

no modo gráfico:
Após baixar o arquivo “xorg-driver-sisimedia_0.9-1_i386.deb” dê um clique duplo sobre ele e o driver será instalado automaticamente.

ou se você preferir, no terminal:
Vá até o diretório aonde vc baixou o driver e entre com o comando:
$ sudo dpkg -i xorg-driver-sisimedia_0.9-1_i386.deb

Depois disso não precisa nem mexer no xorg.conf, simplesmente reinicie o sistema. Em seguida, vá em configurações de vídeo e daí é só escolher a resolução: 1024×768, 1280×800, 800×600, etc

É isso!

Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
sempirataria.wordpress.com


Solução para a instalação do ttf-mscorefonts no Ubuntu 9.10

20/12/2009

O PROBLEMA

Muitos usuários que instalaram o novo Ubuntu 9.10 Karmic Koala (ou Kubuntu e demais derivados) ao tentar instalar o pacote ubuntu-restricted-extras tiveram o desconforto de ver mensagens de erros pipocarem na tela, o que também ocorria quando tentavam instalar outros pacotes via synaptic, aptitude, apt-get, etc

Sinta só o drama:

Resolving downloads.sourceforge.net… failed: Connection timed out.
wget: unable to resolve host address `downloads.sourceforge.net’
Resolving switch.dl.sourceforge.net… 130.59.138.21, 2001:620:0:1b::21
Resolving downloads.sourceforge.net… failed: Connection timed out.
wget: unable to resolve host address `downloads.sourceforge.net’
Resolving mesh.dl.sourceforge.net… failed: Connection timed out.
wget: unable to resolve host address `mesh.dl.sourceforge.net’
Resolving dfn.dl.sourceforge.net… failed: Connection timed out.
wget: unable to resolve host address `dfn.dl.sourceforge.net’
Resolving heanet.dl.sourceforge.net… 193.1.193.66, 2001:770:18:aa40::c101:c142
Resolving downloads.sourceforge.net… failed: Connection timed out.
wget: unable to resolve host address `downloads.sourceforge.net’
Resolving jaist.dl.sourceforge.net… failed: Connection timed out.

Realmente, ninguém merece…

A SOLUÇÃO

Existem algumas formas de resolver isso e aqui vamos ver alguma delas.

Portanto, vamos ao que interessa porque o resto não tem pressa  🙂

OBS: no texto, aonde se lê “aptitude” pode ser substituído por “apt-get”.

Solução 1

Esta é a mais simples de todas. Basta digitar no terminal:
$ sudo dpkg-reconfigure -plow –force ttf-mscorefonts-installer

Em seguida, para finalizar, a partir do terminal entre com os seguintes comandos:
$ sudo aptitude update
$ sudo aptitude install ttf-mscorefonts-installer

OBS: Apesar de esta ser a solução mais simples, não funcionou para alguns usuários. Portanto, você deve testá-la. Se não funcionar, parta para outra.

Solução 2

No terminal, entre com o comando:

No Ubuntu:
$ sudo gedit /var/lib/dpkg/info/ttf-mscorefonts-installer.postinst

No Kubuntu:
$ sudo kate /var/lib/dpkg/info/ttf-mscorefonts-installer.postinst

Substituir a linha de nº 148 que seria essa:

if ! wget –continue –tries=1 –dns-timeout=10 –connect-timeout=5 –read-timeout=300 $QUIET_ARG –directory-prefix . –no-directories –no-background $URLROOT$ff ; then

por essa:

if ! wget –continue –tries=1 –connect-timeout=5 –read-timeout=300 $QUIET_ARG –directory-prefix . –no-directories –no-background $URLROOT$ff ; then

Salve o arquivo e, para finalizar, entre com os seguintes comandos no terminal:
$ sudo aptitude update
$ sudo aptitude install ttf-mscorefonts-installer

Solução 3

No Ubuntu:
$ sudo gedit /etc/resolv.conf
adicione a linha:
nameserver 127.0.0.1
e salve o arquivo.

No Kubuntu:
$ sudo kate /etc/resolv.conf
adicione a linha:
nameserver 127.0.0.1
e salve o arquivo.

Logo em seguida, instale o pacote pdns-recursor:
$ sudo aptitude install pdns-recursor

Para finalizar, entre com os seguintes comandos no terminal:
$ sudo aptitude update
$ sudo aptitude install ttf-mscorefonts-installer

Espero de coração que com alguma dessas 3 dicas você possa resolver esse pepino.

É isso.

Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
sempirataria.wordpress.com


Instalando o wi-fi (Realtek 8187b) no Big Linux

29/10/2009

Instalar o driver para a placa wi-fi modelo Realtek 8187b no Big Linux 4.2 não tem mistério. Neste artigo descrevo o procedimento que realizei para fazê-lo funcionar em um notebook Acteon ACT-M5. A instalação é realmente muito fácil. Basta seguir as instruções.

Vamos nessa, então!

1. Desabilite o wi-fi usando as hotkeys. No meu caso: Fn + F10. No notebook, o led (a “luzinha”) que indica o uso do wi-fi deve ficar apagado.

2. Baixe os drivers realtek 8187 do site da Realtek (www.realtek.com.tw) ou simplesmente digite a partir do terminal:
wget ftp://202.65.194.212/cn/wlan/RTL8187B_driver_only.zip

Caso não consiga baixar o driver desse link, procure no Google por:

RTL8187B_driver_only.zip

3. Após baixar o driver, extraia o arquivo zipado. Observe que esse arquivo contém drivers para várias versões do Windows: 2000, 98, ME, XP, etc. Você vai precisar somente da versão para Windows 98. Os outros você pode deletar, se quiser.

4. Vá no MenuK -> Sistema -> Big Configurador -> Internet e Rede -> Configurar Wireless -> Clique na aba “ndiswrapper” e, em seguida, clique em “Ativar placa  usando o ndiswrapper”. Vai abrir uma janela “Pergunta – KDialog”. Clique em “Sim”. Será então aberta a janela “Informação – KDialog” e você deve clicar em “OK”. Logo a seguir selecione o arquivo “net8187b.inf” dentro da pasta aonde você descompactou o driver. Aguarde até o driver ser instalado no sistema.

5. Ao abrir a janela “Informação – KDialog” clique em “OK”.

6. Feche a janela “Conexão Wireless”.

7. Habilite o wi-fi (se o mesmo ainda não estiver habilitado) usando as mesmas teclas hotkeys do passo 1. No meu caso: Fn + F10. No notebook, o led (a “luzinha”) que indica o uso do wi-fi deve acender.

8. Vá na barra de tarefas e clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do Network-Manager (seu ícone se assemelha a um plug de rede e fica próximo ao ícone do alto-falante). Vai abrir então uma janela e você deve clicar em “Editar conexões”. Clique na aba “Sem fio” e, em seguida, no botão “Adicionar”. No campo “nome da conexão” deixe como está ou coloque um nome qualquer a seu critério. Clique na aba “Segurança sem fio” e, se o roteador tiver senha, selecione o tipo de criptografia e digite a senha no campo apropriado. Se o roteador não tiver senha deixe como “Nenhuma”. Clique na aba “IPv4” e deixe como “Automático (DHCP)” ou selecione outra opção de acordo com a configuração do roteador.

9. E finalmente, ainda na mesma janela, clique em “OK”. Caso tudo esteja correto a conexão será realizada imediatamente e você já pode começar a navegar pela net.

Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
sempirataria.wordpress.com


Problema ao iniciar o JACK no Kubuntu [solucionado]

17/07/2009

O problema:

Como sou tecladista amador e gosto de utilizar soundfonts no computador para através da conexão USB tirar “aquele” som, instalei o fluisynth juntamente com o frontend fluidgui para ter um controle gráfico.

Para que tudo funcione a contento é necessário a instalação do Jack. Sempre antes de executar o fluidgui é preciso iniciar o Jack. O problema é que ao tentar rodar o Jack era mostrado o seguinte erro:

“control device hw:0
the playback device “hw:0″ is already in use. Please stop the application using it and run JACK again”

(Obs: são várias linhas, mas essas são as mais importantes pois indicam que o “hw:0” já está sendo usado e é preciso parar a aplicação que a está utilizando para, em seguida, rodar o jack novamente)

A solução:

Tudo que você tem que fazer é “reiniciar” o ALSA. Para isso entre com seguinte comando no terminal:
$ sudo /sbin/alsa force-reload

Voilá!. A próxima vez que você iniciar o Jack não terá mais problemas. Assim espero.

Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
(SemPirataria.wordpress.com)


Extraindo áudio de DVD com o devidify

16/07/2009

Quando eu era usuário do windows utilizava o “DVD Audio Extractor” para converter o áudio de DVDs no formato mp3 e wave. Ele também permitia que se escolhesse os capítulos (músicas) a serem convertidos. Uma beleza. Foi o melhor programa que encontrei para fazer isso, após testar inúmeros outros.

Há cerca de um mês abandonei o windows definitivamente e passei a utilizar somente o linux. Daí então, comecei a buscar uma forma de extrair o áudio de DVDs (principalmente de shows e clips) no formato wav ou mp3. Meu objetivo era ouvir essas músicas no mp3 player, como também no carro e no próprio pc.

Navegando pela net encontrei várias formas de se fazer isso, mas na grande maioria das vezes utilizando comandos digitados no terminal. Mas fazer isso numa grande quantidade de arquivos acaba se tornando incômodo. Também pode-se fazer um script para realizar essa tarefa, o que facilitaria bastante as coisas. Mas como não sou tão bom assim em criar scripts e para não ter que fazer “gambiarras”, continuei a minha pesquisa. Acabei encontrando um programinha escrito em python que faz exatamente aquilo que eu procurava. Trata-se do devidify. Ele converte o áudio de DVDs diretamente nos formatos wav, mp3 e ogg. Também permite que você escolha os capítulos (músicas) a serem salvos.

devidify

O devidify pode ser encontrado no site:
http://www.mahnamahna.net/museyroom/devidify/devidify.shtml

Screenshots:
http://linux.softpedia.com/progScreenshots/Devidify-Screenshot-28532.html

Dowload direto em formato tar.gz:
http://code.google.com/p/devidify/downloads/list

Dowload direto em pacote rpm:
http://packman.links2linux.org/package/devidify
ou
http://rpm.pbone.net/index.php3/stat/21/year/2008/month/05/day/10


Dependências:

Ele requer Python, PyGTK, o MPlayer e o lsdvd. O lame é necessário para processar arquivos MP3 e o oggenc para processar arquivos Ogg Vorbis.

No Ubuntu ou Kubuntu certifique-se de que os seguintes pacotes estão instalados: python, python-gtk2, mplayer, lsdvd, lame, vorbis-tools. Se não estiverem instalados, entre com o seguinte comando no terminal:
$ sudo apt-get install python python-gtk2 mplayer lsdvd lame vorbis-tools

Instalação:

Após baixar o programa e verificar as dependências, crie uma pasta com o nome que desejar e extraia os arquivos para a mesma. Em seguida, no terminal, vá para o diretório (pasta) criado e digite:
$ sudo python setup.py install

OK. O programa está instalado. Se não conseguir executá-lo (abri-lo) então leia o próximo subtítulo.

Solução para rodar o devidify:

1) Após instalar tudo conforme descrito acima, quando eu tentava executar o programa pelo “menu K” (uso o Kubuntu) não acontecia absolutamente nada. Tentei executar pelo terminal e verifiquei que acontecia um erro. Pesquisei mais um pouco na net e achei a seguinte solução:

Abra o editor de textos de sua preferência (Kate, kwrite, etc) e crie um arquivo com o nome “.devidifyrc” (sem as aspas e com um ponto no início, para indicar que é um arquivo oculto) com os seguintes dados:

[devidify]
ogg_quality = 6
mode = ogg
device = /dev/dvd
mp3_bitrate = 192
dir = “coloque aqui o diretório de destino dos archivos, sem as aspas”

IMPORTANTE:
Salve-o no diretório do usuário que o utilizará. No meu caso: /home/benneh/

2) Para poder rodar o programa sem problemas de travamento, vc terá que rodá-lo como “root”. Se você usa o KDE vá até o “menu K” -> “Multimídia” . Agora clique com o botão direito do mouse em cima do “devidify”. Vai abrir uma janela, clique em “Editar item” e, quando abrir o “Editor de menus do KDE” vá até o campo “Comando” e coloque: gksu devidify. Em seguida vá na barra de menu e em “arquivo” -> “salvar”.

OK! O devidify já está pronto para ser executado sem problemas.
Agora é só correr pro abraço! E divirta-se com as músicas que você tanto queria copiar daquele DVD.

Para desinstalar o devidify:

Se por algum motivo você quiser desinstalá-lo e se tiver feito a instalação automática, delete os seguintes diretórios:
/usr/local/bin/devidify,
/usr/share/applications/devidify.desktop
/usr/local/share/devidify

Pronto! O devidify já está desinstalado.

Por enquanto é só. Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
SemPirataria.wordpress.com


Usando headphones USB no Kubuntu 8.04

14/07/2009

LifeCha_LX-3000

O LifeChat LX-3000 é um headset que funciona via porta USB e tem um ótimo som digital. Apesar de ter sido criado basicamente para o MS Windows, principalmente o Live Messenger, funciona perfeitamente no Ubuntu 8.04.

Após inúmeras tentativas de encontrar uma forma de alternar a saída de som entre o Microsoft LifeChat LX-3000 Headset e a placa onboard com chip SIS966 utilizada no notebook Acteon modelo ACT-M5, finalmente encontrei a solução. Ufa!!! Até que enfim…
Vamos a ela, então!

Vejamos como habilitar o headset no Ubuntu:

Como o Kubuntu detecta automaticamente o headset, você apenas precisará alterar o dispositivo de som padrão do sistema. Use o comando abaixo que lhe informará o índice e o nome de cada dispositivo de som que você possui atualmente. Anote os nomes cuidadosamente.

$ cat /proc/asound/modules

No meu caso retornou o seguinte:
0 snd_hda_intel
1 snd_usb_audio

Digite no terminal:

$ sudo kate /etc/modprobe.d/alsa-base

Isso vai abrir o arquivo ‘alsa-base’. No final do arquivo, adicione as linhas abaixo:

options snd_hda_intel index=0
options snd_usb_audio index=1

OBS: Somente usando a dica acima, que encontrei pela internet, a princípio não funcionou. Tive que colocar um # em todas essas linhas do arquivo ‘alsa-base’ mostradas abaixo:

# options bt87x index=-2
# options cx88_alsa index=-2
# options saa7134-alsa index=-2
# options snd-atiixp-modem index=-2
# options snd-intel8x0m index=-2
# options snd-via82xx-modem index=-2
# options snd-usb-audio index=-2
# options snd-usb-usx2y index=-2
# options snd-usb-caiaq index=-2
# Ubuntu #62691, enable MPU for snd-cmipci
# options snd-cmipci mpu_port=0x330 fm_port=0x388

E com isso funcionou perfeitamente.

IMPORTANTE: Reinice o computador para as mudanças surtirem efeito.

Agora vamos criar um script para que a mágica funcione. Não se assuste… é fácil de fazer, basta seguir as intruções a seguir.

Abra o seu editor de textos preferido (kate, kwrite, etc) e crie um arquivo “trocaudio.sh”(sem as aspas) e coloque o seguinte:

#!/bin/bash
# trocaudio2 – script que alterna a saída de som entre o handset USB e o falante do pc/notebook.
# Autor: Benedito Sergio C. de Souza (Benneh)
#
#
clear
#
dialog –title ‘trocaudio 0.1’ –yesno ‘ATENÇÃO!
Antes de prosseguir, finalize todos
os  programas que podem estar estar
utilizando o ALSA,como por exemplo,
Kmix,  Amarok,   Firefox  e outros,
senão a mudança não será efetivada.

Deseja continuar?’ 0 0

if [ $? = 0 ]; then
echo
else
clear
exit
fi

#
#
cor=$( dialog                                       \
–title ‘trocaudio 0.1’                     \
–stdout                                    \
–menu ‘Selecione uma das opções abaixo:’   \
0 0 0                                       \
a ‘Saída de som para o headset USB’         \
b ‘Saída para o alto-falante do pc/notebook’\
c ‘Sair’   )

if test “$cor” == a
then
sudo /sbin/alsa unload
dialog –msgbox ‘Configurando saída de som para o headset…
Tecle ENTER para prosseguir’ 0 0
sudo modprobe snd_usb_audio
dialog –msgbox ‘Configuração de som para o headset concluída!’ 0 0
clear
#    exit
fi
if test “$cor” == b
then
sudo /sbin/alsa unload
dialog –msgbox ‘Configurando saida de som para o alto-falante…
Tecle ENTER para prosseguir’ 0 0
sudo modprobe snd_hda_intel
dialog –msgbox ‘Configuração do alto-falante concluída!’ 0 0
clear
#     exit
fi
if test “$cor” == c
then
clear
exit
fi
#—————— Fim do arquivo ——————–

Salve esse arquivo, como já disse, com o nome “trocaudio.sh”(sem as aspas). No Dolphin, clique com o botão direito do mouse sobre esse arquivo criado, vá em “Properties” -> “Permissões” e marque o quadradinho “É Executável”.

Certifique-se que o pacote “dialog” já está instalado no kubuntu. Se não estiver é só digitar no terminal:
$ sudo apt-get install dialog

Pronto, agora é só executar o script e você poderá alternar a saída de som para o headset ou para a saída externa (alto-falante do pc/notebook).

É só isso, pessoal, por enquanto.

Um abraço e boa sorte!

Benneh Carvalho
(SemPirataria.wordpress.com)


Sincronizando o Palm no Kubuntu 8.04

14/07/2009
Palm IIIxe encaixado no cradle

Palm IIIxe encaixado no cradle

O procedimento que descrevo a seguir foi feito com o Palm IIIxe conectado à entrada USB de um notebook Acteon modelo ACT-M5 através de um cabo adaptador serial/USB. A saída original desse modelo da Palm Inc. é serial.

Esse procedimento também deverá funcionar com outros modelos de palm, como por exemplo, o Palm Zire21 que usa um cabo USB para conexão com o micro.

Mãos à obra, então!

1) Conecte o adaptador serial/USB no notebook/desktop
(para máquinas que possuam entrada serial, conecte o cabo do palm diretamente na mesma)

No terminal, entre com o comando:

$ dmesg | grep tty

Deve aparecer algo parecido com isso:
[  144.540686] console [tty0] enabled
[  146.723245]   hash matches device ttyvd
[  146.723312]   hash matches device tty19
[  168.710127] audit(1246803490.758:2): type=1503 operation=”inode_permission” requested_mask=”a::” denied_mask=”a::” name=”/dev/tty” pid=4973 profile=”/usr/sbin/cupsd” namespace=”default”
[  516.241638] usb 2-2: pl2303 converter now attached to ttyUSB0

Observe a última linha onde diz que o “pl2303 converter” (nesse caso o adptador serial/USB) está conectado à porta ttyUSB0.
Essa é a informação que precisamos para configurar o Kpilot. Portanto anote-a cuidadosamente.

2) Agora chame o Kpilot: “Menu K”, “Utilitários”, “Ferramentas para Palm Pilot”. Quando o programa abrir, clique no menu “Configurações” e em “Configurar Kpilot”. Na aba geral, coloque o dispositivo no qual seu Palm está, pode ser /dev/ttyUSB0 ou /dev/ttyUSB1 ,ou outro, que você observou e anotou no teste realizado acima.

3) Configure o usuário que utiliza o Palm e marque as três opções de inicialização. Confirme com “OK”.

4) Vá em “Configurações”, “Configurar Conduites”, adicione o que você deseja que o programa sincronize do Palm com o computador. O único detalhe especial é para o Conduite de calendário do Organizer e o Conduite de pendências, onde é necessário configurar eles para apontarem para o arquivo ICS que foi criado com o Korganizer.

Sincronizando:

Aperte o botão de HotSync do seu Palm. Se tudo correr bem, várias mensagens surgirão no KPilot e seus contatos, compromissos, calendário etc serão sincronizados.

Quero salientar que como a porta serial é bastante lenta, às vezes demora um pouco para concluir a sincronização. Muitas vezes quando a barra de progresso da sincronização chega em 50% ela pára e demora um tempão, e, muitas vezes chegamos a pensar que o programa está “congelado” ou “travado” quando isso não é verdade.  Portanto, tenha paciência.

Bom, por ora é só.

Boa sorte!

Benneh Carvalho
(SemPirataria.wordpress.com)